Pular para o conteúdo principal

Postagens

Postagem em destaque

Pneumatologia | A doutrina do Espírito Santo: Atributos.

Muito se fala nas igrejas sobre a atuação do Espírito Santo e seu mover, como também sua atuação na vida do Cristão, contudo, muitos ainda não conhecem  profundamente a respeito do Espírito consolador de forma mais teológica, muitos só "provaram" deste mover e da atuação do Espírito Santo, todavia Ele é a terceira pessoa da trindade que também precisa ser estudada e analisada. O profeta Oséias declarou "Prossigamos em conhecer ao Senhor!". Todavia aqui neste texto estarei abordando de forma mais simples e resumida. Indico a leitura do livro utilizado para um estudo mais aprofundado.     Na Teologia, a matéria que aborda sobre a Doutrina do Espírito Santo é a Pneumatologia. Segundo o livro Teologia Sistemática Pentecostal, Pneumatologia é "é a doutrina do Espírito Santo quanto a sua deidade, seus atributos, obras e operações." (2008, vários autores).  O que costuma acontecer nesses dias atuais nas congregações é que muitos conhecem e já provaram das obra…
Postagens recentes

Pensamento diário: O problema é o seu Jonas.

"Se o problema na sua vida se chama Jonas, é necessário jogá-lo para fora do barco, para então a tempestade cessar"
      Aquela mulher do fluxo de sangue tomou uma atitude inesperada para vencer sua enfermidade (seu problema), ela se prostrou (se humilhou) para poder tocar na orla do vestido de Jesus, ela sabia que se tão somente tocasse os pés, as sandálias, as pernas, qualquer parte do corpo de Jesus, ela seria curada, a solução dos problemas dela estava em Jesus, e ela decorreu a Ele.       Não domestique seus problemas, não tente dar o seu jeito de resolver as coisas, aqueles homens no barco, mediante a tempestade, não resolveram esconder Jonas e acobertá-lo, ao contrário, eles rapidamente jogaram Jonas para fora do barco, para fora de suas vidas"
- Lairrana P. Teles Babo 06/2017.


"Eu não sou mais quem eu era" - Pastor King.

"Eu não sou quem eu gostaria de ser; eu não sou quem eu poderia ser, ainda, eu não sou quem eu deveria ser. Mas graças a Deus eu não sou mais quem eu era!"(Reverendo Martin Luther King Jr.)
 Ontem eu me deparei com essa frase do pastor King. Ela soltou diante dos meus olhos enquanto eu estava pesquisando alguma frase para postar no meu status do whatsapp. Eu postei essa frase. Mas não somente por pura vaidade ou superficialidade, não. Ao contrário, depois que li e refleti, essa frase falou muito comigo.    Essa frase do pastor King falou ao meu coração principalmente no sentido espiritual. Nós, como seres humanos pecadores, muitas das vezes pensamos que somos perfeitos, achamos que somos imaculados e bons o bastante, nós realmente "nos achamos" demais, se fazemos algum "ato de bondade" para com o próximo, tendemos a nos sentir superiores, alguns fazem questão de mostrar seus atos de bondades, mas escondem desesperadamente seus atos e pensamentos mais perv…

Quinta carta, à Igreja de Sardes

Quinta carta, à Igreja de Sardes.

"E o anjo da igreja que está em Sardes escreve: Isto diz o que tem os sete Espíritos de Deus e as sete estrelas: Eu sei as tuas obras, que tens nome de que vives e estás morto". 
   Ao ler o Capítulo 3 de Apocalipse, me deparei com uma igreja muito semelhante as igrejas atuais, uma igreja ativa, que trabalha, que faz acontecer algumas coisas, uma igreja que se diz "viva e eficiente", afinal, este poderia ser o lema da igreja em Sardes: Venha nos visitar - Somos eficientes e ativos!     Todavia, a igreja esqueceu-se de dizer que ela também estava "como que vive, mas morta". E foi isto que o Senhor Jesus disse para esta igreja. "Eu sei as tuas obras" - sim, Jesus conhecia as obras da igreja, Ele conhecia suas ações e seus afazeres, poderíamos afirmar que era uma igreja animada e produtiva, não tinha preguiçosos. Mas Ele prossegue dizendo: "Que tens nome de que vives e estás morto". Jesus diz logo em segu…

Quem é você? Davi ou Jó.

Recentemente tenho sido ministrada e inspirada pelo Espírito Santo, a escrever e falar sobre nossas fraquezas, mais do que nossas forças. A falar mais sobre ser transparente do que esta sempre tentando "parecer" por cima da "carne seca", como diz o dito popular.      Ultimamente vivemos dias em que as pessoas não querem mostrar mais as suas fraquezas e limitações, vivemos em um mundo atual em que ser forte e "estar bem" o tempo todo é mais valente e nobre do que ser visto como fraco.  Queremos que as pessoas enxergam nosso "Eu-forte", queremos e esperamos, que todos contemplem nossos benefícios e prodígios, que todos veem nossas vitórias somente, e não as derrotas.  Parece superficialidade, parece futilidade, e infelizmente podemos dizer que é.  Só queremos mostrar o que queremos que as pessoas veem e nada mais.  Nada de erros. Nada de fracassos. Nada de tristezas.  Nada de prantear.  Eu sou forte. Eu sou bom. Eu estou sempre bem. Eu estou sempre f…

Então profetiza.

Estou em um momento da vida que muitas incertezas tem habitado em meu coração, mas ao mesmo tempo estou contando com Deus em todas as  coisas. Tenho pensando em: Como será meu final de ano? O que farei em 2017? Onde estarei daqui 1 ano? O que Deus vai fazer comigo? Será que vai haver boas transformações e bons acontecimentos? Eu só sei que espero boas mudanças vindo de Deus. Só sei que meu 2016 até o momento não foi 100% super mega maravilhoso. Não foi um ano super alegre, ao contrário, passei muitas lutas internas, dificuldades e tristezas nesse ano que já vai para o fim. Já estamos em Setembro, logo virá Dezembro, ainda há tempo para muitas mudanças acontecerem e creio que o meu fim de 2016 pode ser recompensador e abençoado, na presença do Altíssimo Deus. Como eu disse, eu estou contando com Deus, o Único que pode me conceder um 2017 super abençoado e alegre. Todavia, o fim deste ano não foi totalmente ruim, Deus me deu uma vitória e uma nova etapa para o próximo ano - que é minh…

Convém-nos atentar

Portanto, convém-nos atentar com mais diligência para as coisas que já temos ouvido, para que em tempo algum nos desviemos delas.Hebreus 2:1
   O escritor de Hebreus é claro e direto: "Precisamos nos atentar", ele exorta, "com mais diligência para as coisas que já temos ouvido".     O escritor de Hebreus nos aconselha, "precisamos", "nos convém", não é por nossa própria vontade, não é desnecessário, é mais do que necessário. Quantos de nós estamos vivendo uma vida espiritual "mais ou menos", quantos de nós entramos e saímos da Igreja da mesma maneira. Desatentos. Desapercebidos. Distraídos. O escritor de Hebreus diz que existem coisas que já temos ouvido mas se não nos atentarmos iremos nos desviar delas. As vezes a Palavra de Deus entra e sai dos nossos ouvidos, ela não entra em nosso coração e em nossa mente e não faz a transformação necessária.      Muitos crentes não mudam, continuam os mesmos. As mesmas pessoas que eram antes de conh…